Deu em O Globo

A Controladoria Geral da União (CGU) constatou que aumentou em 48% – em relação a 1ª etapa de fiscalização – a quantidade de recursos federais transferidos ao Distrito Federal com indícios de superfaturamento ou sobrepreço no período entre 2006 e 2009. Nesta segunda e última etapa, foram analisados R$ 2,1 bilhões em convênios e contratos de repasse da União, o que representa 90% dos valores repassados no período. O novo relatório da CGU aponta o desvio de mais R$ 44 milhões em obras e contratos do Distrito Federal firmados durante a administração do ex-governador José Roberto Arruda, principal alvo da Operação Caixa de Pandora. ( Leia a íntegra do relatório )

Com a conclusão da auditoria, sobe para R$ 150 milhões o montante desviado ao longo do governo Arruda só de verbas recebidas do governo federal. Só num dos contratos relacionados a construção de duas estações do metrô, os fiscais da controladoria constataram sobrepreço de R$ 6 milhões. O preço para a contratação de um servente em Brasília seria, pelo cálculos da controladoria, dez vezes superior ao valores pagos nas obras do metrô em São Paulo. Com os indícios de desvios em outras obras, os fiscais apontam superfaturamento e sobrepreço de mais de R$ 20 milhões só nos contratos de obras de construção civil financiados com recursos federais.

A primeira etapa dos trabalhos, divulgada em abril , envolveu a fiscalização de R$ 1,1 bilhão em recursos de transferências da União, além dos R$ 25,5 bilhões do Fundo Constitucional do Distrito Federal (FCDF).

Entre 2006 a 2009, o governo do DF geriu cerca de R$ 66,6 bilhões, dos quais R$ 35,1 bi referem-se a recursos próprios (IPVA, IPTU, FPE, FPM, CIDE, etc.); R$ 2,1 bi a transferências da União (convênios, contratos de repasse de fundo a fundo – SUS, FNAS, FNDE, etc.); bem como do FUNDEB (R$ 3,9 bilhões) e do FCDF.

O relatório será encaminhado ao Tribunal de Contas da União, Tribunal de Contas do Distrito Federal, Ministério Público Federal, ao Ministério Público do Distrito Federal e à Advocacia-Geral da União.