Quando a Varig foi comprada pela Gol, Brasília contava com um vôo direto para Buenos Aires, com uma escala em Porto Alegre. O brasilense podia deixar a Capital Federal no final da manhã e chegar a tempo em Buenos Aires para comer um bife de chorizo.

Uma das primeiras medidas da Gol foi acabar com este vôo e obrigar o brasiliense a viajar até São Paulo para pegar uma conexão para a Argentina. Em 2008, a TAM lançou um vôo direto Brasília – Buenos Aires, mas meses depois achou melhor cancelar a freqüência e usá-la no trecho São Paulo – Buenos Aires.

Agora, com toda a pompa, a Gol anuncia a criação, a partir de julho, de um vôo diário entre Brasília e Buenos Aires com escala em Florianópolis.

Só que o brasiliense será obrigado a chegar no meio da madrugada. No lugar do bife de chorizo terá que comer uma medialuna em seu desayuno. O horário é um dos piores possíveis. Ele deixa o aeroporto JK às 00h20 e aterrissa no aeroporto de Ezeiza às 03h10 da madrugada. De lá até o centro da cidade é necessária, no mínimo, mais meia hora de taxi. A volta é às 4h, com chegada às 8h48 no DF.