Darcy Ribeiro defendia a criação em Brasília de um Museu para o Homem Brasileiro. Uma espécie de museu da História Natural do Brasil. Infelizmente, a idéia nunca saiu do papel. Além das contribuições científicas e educativas, uma iniciativa deste porte poderia incrementar o turismo no Distroto Federal.

Outra iniciativa importante seria dotar Brasília de um grande aquário que pudesse trazer ao público a fauna aquática nacional. Uma vez me espantei no zoológico de Berlim, na Alemanha, diante de uma ala toda voltada a Amazônia, inclusive com tanques com piranhas, botos e jiboias. Em Orlando, a Disney reconstituiu a  Floresta Amazônica. Lisboa também construiu um grande aquário, onde os visitantes passeiam por de baixo dos animais.

Brasília poderia seguir este exemplo. Dotar nosso zoológico com um grande aquário da fauna aquática nacional. O espaço poderia ser últil para pesquisas e dinamizar o turismo na Capital Federal.

Alguns poderão pensar que é loucura deste blogueiro, mas é bom saber que os ministérios do Turismo e da Pesca estão apoiando a construção de uma obra como esta em Mato Grosso do Sul.

O Aquário do Pantanal (veja foto da maquete acima) está sendo considerado o maior aquário de água doce do mundo, o local abrigará um Centro de Estudos e Desenvolvimento da Ictiofauna Pantaneira, e poderá receber até 20 mil visitantes por dia. O valor total da obra é de R$ 84,7 milhões.

O Buriti pode se espelhar neste exemplo.