Por Kássia Monteiro. Publicado originalmente no blog  As Crônicas de Kássia

Setor Noroeste, a direção do seu futuro! O primeiro bairro verde de Brasília, que, curiosamente, nasce da devastação de quilômetros e mais quilômetros de cerrado. Interessante, não? Aos olhos da Terracap, imobiliárias, empreiteiras e milionários em geral, prédios inteligentes e trânsito modelo são formas mais efetivas de preservar a natureza do que manter a cobertura vegetal nativa.

Mas e o déficit habitacional? Onde as clientes do Iguatemi vão morar, minha gente? Asa norte? Asa sul? Esses redutos de drogados e estupradores, com prédios caindo aos pedaços de tão anos 60? Ou então no Lago? Aquele lugar longínquo? Poupem as madames! Elas precisam de mais qualidade de vida, segurança e comodidade, no cantinho mais charmoso do Plano Piloto. Por que não ir para um lugar com infra-estrutura avançada, coisas bonitas que chega dá vontade de chorar?
E daí que os índios estavam lá primeiro? E daí que é um santuário de pajés? Quer coisa mais last season do que índio? Pelo amor de deus… Países civilizados como os Estados Unidos trataram de exterminar os dele rapidinho. E a gente aqui lerdando, ainda discutindo se vale a pena defender os direitos desses seres primitivos. Eita paisinho atrasado esse nosso… Eita cambada de estudante que não tem o que fazer. Ficar lutando com polícia, com ordem judicial? Piada. Do lado de índio armado com arco-e-flecha? Morri! Passa a escavadeira em cima desse povo desocupado.
Passa a escavadeira na honra desse país.
Desmatem as nossas virtudes, a nossa cultura.
Levantem edifícios sobre a história viva dessa nação.
Vida longa aos especuladores desse meu Brasil!

_____

 

Nota de segurança: caso alguém não tenha notado, ironia e sarcasmo fazem parte da construção do texto.

Anúncios