Dezenas de ônibus da Viplan e Lotaxi ocupam o interior de uma mansão do Park Way. Foto: Chico Sant'Anna
Dezenas de ônibus da Viplan e Lotaxi ocupam o interior de uma mansão do Park Way. Foto: Chico Sant’Anna

Mistério!

Dezenas de ônibus da Viação Planalto – Viplan e da Lotaxi Transportes Urbanos estão escondidos em uma área residencial do Park Way, próxima ao aeroporto de Brasília. É difícil precisar quantos veículos são, mas, com certeza, pelo menos uns trinta ônibus, a maior parte com a identificação da Viplan, estão no local.

Vizinhos questionam o motivo de guardar os coletivos dentro de um imóvel residencial. Foto Chico Sant'Anna
Vizinhos questionam o motivo de guardar os coletivos dentro de um imóvel residencial. Foto Chico Sant’Anna

O imóvel possui 20 mil metros quadrados e é cercado por um alto muro que, de certa forma, impede a visualização dos veículos por quem passa de fora. Apenas um pequeno imóvel, tipo casa de caseiro, existe no fundo do terreno.

No lote 8 do conjunto 01, da SMPW 14, os veículos estão estacionados lado a lado, sobre o gramado, que não recebe corte há muito tempo, e sob às árvores .

No Park Way, como é sabido, as áreas se destinam exclusivamente a residências. Assim, não é possível que o lote esteja servindo de garagem para as duas empresas que pertencem ao grupo Wagner Canhedo, abrigarem seus veículos. Além disso, essas empresas possuem garagens oficiais em diversos pontos do Distrito Federal, o que torna ainda mais misteriosa a presença destes veículos dentro de um lote destinado à residência ou condomínio.

Estacionados lado a lado,  sob as árvores, os ônibus ocupam uma vasta área do lote de 20 mil m². Foto: Chico Sant'Anna
Estacionados lado a lado, sob as árvores, os ônibus ocupam uma vasta área do lote de 20 mil m². Foto: Chico Sant’Anna

Vizinhos, que preferiram não se identificar, levantam diversas suposições. Alguns alegam que os veículos estariam escondidos para fugir de alguma eventual ação de penhora ou busca e apreensão de bens do grupo Canhedo.

A Viplan e a Lotaxi, do Grupo Canhedo, foram impedias em participar da licitação das novas linhas de ônibus. Mas ainda estão rodando pela Capital. Foto: Chico Sant'Anna
A Viplan e a Lotaxi, do Grupo Canhedo, foram impedias em participar da licitação das novas linhas de ônibus. Mas ainda estão rodando pela Capital. Foto: Chico Sant’Anna

As duas empresas possuem um passivo judicial significativo e foram, inclusive, impedidas de participar nas novas licitações que o governo do Distrito Federal está realizando para redistribuir as linhas de transporte coletivo da Capital Federal.

Enquanto as novas concessionárias não entram em operação, a Viplan e a Lotaxi continuam operando. Mas, a julgar pelas fotos, os usuários de transporte coletivo de Brasília terão a oferta de ônibus bem reduzida.

Anúncios