ave periquito rei 2

Textos do Wiki Aves A Enciclopédia das aves do Brasil.
Fotos de Evando F. Lopes.
Publicado originalmente no  portal Águas Emendadas

O periquito-rei (Aratinga aurea) é uma ave psittaciforme, das mais conhecidas e abundantes representantes da família Psittacidae em nosso País. Conhecido também como periquito-estrela, jandaia-estrela, aratinga-estrela, coquinho-de-ouro, jandaia, ararinha e maracanã-de-testa-amarela (Amapá).

ave periquito rei 1A espécie não é considerada ameaçada. Embora seja comum e muito abundante, já desapareceu de extensões grandes de Argentina, não obstante, em outras áreas a população delas aumentou, possivelmente devido ao cultivo. É frequente em cativeiro e amplamente comercializada.

Características

Mede cerca de 27 centímetros e pesa 84 gramas. Cabeça verde com uma faixa dianteira cor de pêssego, face azulada, ventre verde-amarelado. Com a região ao redor dos olhos laranja nos adultos e cinzenta nos juvenis.

Está gostando?
Abaixo, 31 outras aves comuns à Capital Federal.
Clique no enlace e confira.  

Alimentação e reprodução

Trepando na ramaria utiliza o bico como um terceiro pé, e usa as patas para segurar a comida levando-a à boca. Gosta de comer sementes e não a polpa das frutas, porém gosta de comer polpa de caju. Procura por manguezais, jaboticabeiras, goiabeiras, laranjeiras e mamoeiros. Aprecia muito os mulungús (Erythrina sp).

Ouça aqui o canto do Periquito Rei.

ave periquito rei 3O período reprodutivo ocorre de setembro a dezembro. Para nidificar utiliza troncos ocos de palmeiras ou de outras árvores, porém é comum reproduzir em buracos de rochas erodidas, ou até mesmo em barrancos ou cupinzeiros. Esses cupinzeiros geralmente tem forma circular e são encontrados em árvores do cerrado, entre 1,5 e 5,0 metros de altura. Cava um túnel vertical na parte inferior do cupinzeiro e abre uma câmara de postura em seu terço superior. A parte não escavada continua ocupada pelos cupins que selam as galerias expostas. A postura é de três ovos. Os filhotes são alimentados com frutos e sementes quebrados, regurgitados pelos pais.

Hábitos e distribuição geográfica

Presente em grande variedade de hábitats, especialmente no cerrado, mata secundária, campos de cultura, buritizais e até em manguezais, até 600 m. Em alguns lugares é considerada praga nas plantações. Vive em casal, que permanecem unidos por toda a vida. Desloca-se velozmente, às vezes intercalam-se entre séries de rápidas batidas um voo de asas fechadas. É comum vê-los em bandos.

Presente principalmente da margem sul do Rio Amazonas até o Paraná. Ao norte do Rio Amazonas ocorre apenas em algumas regiões, como Faro (no Pará) e no Amapá. Encontrado também desde as Guianas até o leste da Bolivia, extremo leste do Perú e norte da Argentina.

Anúncios