Dos sete itens pesquisados, apenas “Estádios” obteve avaliação aceitável. Todos os demais ainda estão “reprovados” pela mostra.

A confiança dos especialistas em relação aos preparativos para a Copa de 2014 parece ter arrefecido. A terceira edição do Termômetro Copa 2014, pesquisa realizada trimestralmente pela empresa Trevisan Gestão do Esporte que avalia a opinião de especialistas quanto a realização e organização do evento, demonstra uma queda na percepção geral, que passou, em uma escala de 1 a 5, de 2,2 nas duas primeiras edições para 2,1 na medição atual. Os maiores temores são em relação as ações de Mobilidade Urbana, Segurança Pública e Telecomunicações.

“O resultado da terceira medição do nosso termômetro é bastante preocupante”, afirma o pesquisador e consultor da Trevisan Gestão do Esporte e diretor da Trevisan Escola de Negócios, Fernando Trevisan. “Estamos a poucos meses do início da Copa das Confederações e a percepção dos especialistas quanto aos preparativos não melhorou.”

O item “Estádio” continua sendo o mais bem avaliado, com média 3. É o único que ultrapassou a metade da escala de valores (2,5). Na medicão anterior, os itens “Telecom” e “Hospedagem” também estavam acima desta média, mas caíram nesta edição. “Qualificação de mão de obra”, apesar de abaixo da média, registrou evolução de 0,1 na percepção dos especialistas.

Telecomunicações foi o item com maior retração desde a primeira medição, caindo de 2,7 para 2,1; seguido de “Segurança Pública”, com queda de 2,1 para 1,7. Os especialistas continuam considerando como preocupantes as obras de mobilidade, tanto as urbanas quanto aeroportuárias.

O Termômetro Trevisan – Copa 2014 é o único levantamento realizado a partir da percepção de profissionais ligados aos negócios do esporte. Esta edição contou com a participação de 1.000 especialistas, entre professores, alunos e ex-alunos dos cursos de Gestão do Esporte da Trevisan e profissionais da indústria do esporte.

A pesquisa, que aborda sete áreas principais para o sucesso da realização do evento, em uma escala de 1 a 5, A pesquisa será realizada trimestralmente, até a realização do megaevento esportivo.

Confira a evolução dos números nas três edições:

Item avaliado 1ª edição 2ª edição 3ª edição
Estádios 2,6 2,9 3,0
Telecom 2,7 2,6 2,1
Hospedagem 2,5 2,5 2,4
Qualificação da mão-de-obra 2,4 2,3 2,4
Segurança Pública 2,1 2,1 1,7
Transporte 1,6 1,7 1,6
Aeroportos e Portos 1,5 1,6 1,6
GERAL 2,2 2,2 2,1
Anúncios