Mané GarrinchaPor TT Catalão

Brasilienses já decidiram. Para rivalizar contra a ação de aminésia da Fifa, vão se cotizar para fazer um bandeirão de 200 metros para mostrar no jogo de estréia da Copa das Confederações. Será o naming right do povão, assinando, nas arquibancadas o real nome da arena: “MANÉ GARRINCHA”.

Já o Fonte Nova virou Itaipava, o Engenhoca é Brahma, será 51, o Maracanã? Depois fazem da lei seca a salvação das batidas (êpa!) no trânsito. E crucificam Adriano por álcool, que aliás, também matou Garrincha.

Até droga tem crachá! Ossos de oficiais.

Anúncios