ave Bem te vi com relfexo na piscinaPoema de Luiz Martins da Silva. Foto de Chico Sant’Anna

Um gato olha para mim

Com senso de amor felino

E o seu ronronar me humaniza.

X

Um cão me olha uma eternidade

Com suas ganas de cheiro e faro

E eu me reconheço, sou seu amo.

X

Um bem-tem-vi vem à janela,

Mas pouco me olha e já se vai.

E eu, com tanto amor, o queria mais.

X

Vou até a uma flor num jarro.

Não sei se me vê por um triz,

Não sei se ela jaz por mim.

X

Então, o meu amor me vem

A me sondar se sou feliz:

“Que tanto vês olhando para o céu?”

Anúncios