PSOL-GO entra com pedido de impeachment do Governador Marconi Perillo

Da Assembléia Legislativa do Goiás

Na tarde da terça-feira, 7, representantes da direção regional goiana do Partido do Socialismo e Liberdade (PSOL-GO) protocolaram pedido de abertura de processo de impeachment do governador do Estado, Marconi Perillo (PSDB). A ação foi realizada na seção de Protocolo da Assembleia Legislativa.

Em entrevista coletiva concedida à imprensa, o presidente da legenda em Goiás, João Maria de Oliveira, afirmou que a representação fundamenta-se, sobretudo, em reportagem publicada pela revista Carta Capital, segundo a qual o Governador estaria envolvido em suposto esquema de instalação de uma “central de grampos telefônicos” em Goiás.

Para João Maria, a prática teria ferido o princípio de inviolabilidade da intimidade, da vida privada, da honra e imagem das pessoas – garantia prevista pela Constituição Federal e pela Constituição Estadual.

Os autores da representação pedem a criação de uma CPI exclusivamente destinada à investigação da denúncia feita pela reportagem. “A ideia é conseguir um apoio efetivo do Parlamento. A sociedade civil precisa se engajar neste debate”, afirmou João Maria, que também é diretor do Sindicato dos Trabalhadores Urbanitários do Estado de Goiás (Stiueg).

Comissão

O documento protocolado na tarde de hoje pede a criação de uma Comissão Especial destinada à investigação da denúncia, bem como o posterior encaminhamento ao Plenário, com Decreto Legislativo recepcionando a acusação e o consequente processamento do pedido de impeachment contra o Governador do Estado.

O PSOL também solicita que diversas autoridades e profissionais da imprensa envolvidos na publicação do artigo sejam intimados a prestar depoimento na referida CPI, e requisita cópias dos relatórios e documentos descritos pela reportagem.

Finalmente, o documento pede o imediato afastamento do Governador do Estado do exercício de suas funções, até a conclusão do processamento da presente representação, e pede o impeachment por crime de responsabilidade, após instrução, e garantido o direito à ampla defesa do denunciado.

Anúncios

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Ética na Política, Goiás, Política & Partidos, Psol e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para PSOL-GO entra com pedido de impeachment do Governador Marconi Perillo

  1. Yara Mcnamara disse:

    Bem que desconfiava que esse PSOL era um partido criado pelas organizações GLOBO, VEJA, ESTADÃO E FOLHA DE SÃO PAULO. Esse partido nunca me engano, sorte que HELOISA HELENA pulou desse partido. Graças a deus. Pior, o senhor jornalista até me criticou, falando que ela NUNCA iria sair do partido.

    Curtir

    • Heloisa Helena, nada data de hojem 11/5, continua no Psol, Yara. Se informe melhor antes de fazer suas conjecturas. Também nunca disse que ela não iria sair do partido. Não vaberia a mim afirmar tal fato. Apenas ela, poderia fazê-lo. Naõsei onde você foi encontrar conexões entre a grande mídia capitaista e o Psol. Se tal conexãoexistisse,a notícia do pedido de impeachment do governador de Goiás, Marconi Perilo, estaria estampado co Jornal Nacionale na Cpara da Veja. E até agora, apenas as redes sociais, como este blog, tem informado sobre o fato. As demais midias fecharam os olhos.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s