Poema do Dia dos Namorados II: Agora que sou tua

Por Regina Dutra Leme

Que meu desejo seja a tua vontade
seja o teu prazer, incansável .
Que a minha carne te satisfaça
libidinosa com respeito.

Que a minha vida seja pra ti,
Uma Amélia por vontade,
não por vocação. 

Meus braços são teus, em toda hora 
Minhas pernas são tuas, em todo lugar
Pensamentos estão em tua posse
E ainda me pertencem 

Com cuidado
Somos opostos sim,
atraídos por uma igualdade afim
Mas sempre serei eu
Independente de estar aqui 

E agora que sou tua,
não me deixes com sede
Não me deixes sem teu suor,
sem teu sono, sem teu ar bravo,
sem o teu olhar  

E no sempre sou tua
dure até acabar

Anúncios

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Arte e Cultura em Brasília, Cultura, Literatura. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s