Comediante leva alegria para coletivo

Por Janaína Bolonezi, do Campus Online – Fac/UnB

Desculpa atrapalhar a viagem de vocês. A frase conhecida pelos usuários de transporte coletivo no Distrito Federal e Entorno remete sempre a vendedores ambulantes ou pedintes, porém, Marquinho Candango, 40, surpreende ao entrar nos ônibus para apresentar sua arte em um show de stand up comedy.Marquinho Candango, ou Marco Antônio da Silva, nasceu em Brasília e há mais de 20 anos ganha a vida arrancando sorrisos nos ônibus da cidade. Iniciou sua carreira como comediante em Curitiba no ano de 1992, onde inspirado por uma propaganda comercial sobre Charles Chaplin, começou a imitar o personagem Carlitos fazendo show de mímica e humor nas ruas.Começou seu trabalho nos coletivos quando durante uma viagem resolveu fazer brincadeiras com o cobrador e se apresentou como Docinho, para quebrar a tensão do veículo lotado. O resultado foi que todos se divertiram com a situação e ele resolveu passar o chapéu, e desde então, continua com o espetáculo e se apresenta em até 25 ônibus por dia.

Marquinho Candango no início de sua carreira ainda com imitações de Carlitos, Charles Chaplin. Foto do arquivo pessoal

O show inicia sempre com uma conversa divertida e cotidiana do artista com o cobrador onde encarna a personagem Docinho, se apresenta aos passageiros, deixa uma mensagem de reflexão religiosa e começa sua apresentação, que dura de 10 a 15 minutos.  O espetáculo é interativo e original. De cara limpa o artista observa o ambiente do ônibus e o usa para fazer brincadeiras de forma improvisada. São piadas com os passageiros, com a lotação do coletivo ou uma interação com o motorista, pedindo por exemplo, que pare em alguma parada de ônibus e logo pela janela brinca com alguém que esteja lá. No fim de sua apresentação pergunta quem gostou do show e passa o “chapéu”, uma pequena mochila.Com a personagem Docinho o artista já se apresentou no Teatro dos Bancários, além de programas de televisão como A praça é nossa e o Programa do Ratinho. Ele faz também imitações de personalidades, como o ex-presidente Lula, o humorista Tiririca, entre outros.

O comediante atua em qualquer hora do dia. É fácil de encontrá-lo nas linhas que passam pela EPTG. Foto do aequivo pessoal.

O humorista tem cinco filhos e sua principal fonte de renda é o trabalho que faz nos ônibus. Além disso, ministra palestras motivacionais em empresas. “Ensino as pessoas a serem mais”, completa o artista. Marquinho é também candidato a deputado distrital, “Meu objetivo é representar a cultura do Distrito Federal na Câmara Legislativa”, diz.São muitos os seguidores do artista nas redes sociais. Ele recebe diversos elogios por seu trabalho por parte dos passageiros, que agradecem ao humorista por levar alegria depois de um dia cansativo de trabalho por exemplo. “A importância desse trabalho é levar felicidade para as pessoas, levar alegria ao povo”, finaliza Marquinho Candango.

Anúncios