Poema de Fim de Semana: Orações e Balões

 

 Görem, Capadocia, Turquia. Foto de Chico Sant'Anna

Görem, Capadocia, Turquia. Foto de Chico Sant’Anna

Poema de Luiz Martins da Silva. Foto de Chico Sant’Anna

Foi, então, que me deu um fastio,

De tanto turismo empacotado,

De tanta zoeira de guias, vendilhões

E outros assédios à soleira dos templos.

 

Saí, a esmo, por estradas incomuns.

Estive a recordar vidas com o vento nas orelhas,

Junto a um humilde oratório esquecido,

Ainda adornado de desbotadas flores artificiais.

 

Foi, então, que uma lufada mais forte

Trouxe-me a sensação de vozes.

Mas o lugar era árido e estéril.

 

Juro que uma delas me soprou ao ouvido:

Olha por céu, meu irmão!

Vi, entre nuvens, um buquê de balões.

Anúncios

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Arte e Cultura em Brasília, Cultura, Literatura e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Poema de Fim de Semana: Orações e Balões

  1. Nailda Rocha disse:

    Lindo mestre! Com como lindo é, o buquê de balões. Adorei a simplicidade…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s