Görem, Capadocia, Turquia. Foto de Chico Sant'Anna
Görem, Capadocia, Turquia. Foto de Chico Sant’Anna

Poema de Luiz Martins da Silva. Foto de Chico Sant’Anna

Foi, então, que me deu um fastio,

De tanto turismo empacotado,

De tanta zoeira de guias, vendilhões

E outros assédios à soleira dos templos.

 

Saí, a esmo, por estradas incomuns.

Estive a recordar vidas com o vento nas orelhas,

Junto a um humilde oratório esquecido,

Ainda adornado de desbotadas flores artificiais.

 

Foi, então, que uma lufada mais forte

Trouxe-me a sensação de vozes.

Mas o lugar era árido e estéril.

 

Juro que uma delas me soprou ao ouvido:

Olha por céu, meu irmão!

Vi, entre nuvens, um buquê de balões.

Anúncios