Obama quer que Brasil acabe com Merenda Escolar e outros programas sociais

Casa Branca está de olho no arroz com feijão da Merenda Escolar.

Depois de se divertir grampeando conversas de cidadãos, empresas e autoridades brasileiras, de se imiscuir na exploração do petróleo nacional, o governo dos Estados Unidos da América questiona, agora. a existência de programas sociais como a Merenda Escolar. Para o “primo do Norte”, esses programas são subsídios ilegais a agricultura nacional e ferem as normas globais de comércio.

Confira na reportagem da Revista Época.

O governo dos Estados Unidos questiona os programas sociais e de ajuda alimentar a famílias pobres no Brasil, sob a suspeita de que sejam estratégias e mecanismos de subsidiar de forma indireta a agricultura e produtores rurais, violando regras internacionais.

Na quinta-feira, 26/09, a Casa Branca foi à Organização Mundial do Comércio (OMC) cobrar transparência do Brasil sobre quanto o governo tem de fato usado em esquemas de distribuição de alimentos que foram expandidos nos últimos anos. O governo americano questiona até mesmo o Programa Nacional de Alimentação Escolar, que estabelece fundos para a merenda.

Não se trata, por enquanto, de uma disputa comercial nos tribunais da OMC. Tanto o governo dos EUA quanto o do Canadá levantaram o debate durante reuniões regulares do Comitê de Agricultura da OMC. Ottawa e Washington já haviam questionado outros aspectos dos incentivos fiscais que o Brasil dá a seus produtores.

A cobrança de Washington é direcionada ao programa expandido no Brasil em 2009, quando a merenda escolar passa a utilizar um volume maior da agricultura familiar. Por lei, governos municipais e estaduais são obrigados a usar no mínimo 30% dos recursos repassados pelo governo federal para alimentação escolar para comprar produtos da agricultura familiar.
Na época, o Ministério do Desenvolvimento Agrário disse que a lei da merenda escolar abriu mercado a produtos com dificuldades de comercialização. Cerca de R$ 3 bilhões já foram usados para atender a 44 milhões de crianças na rede pública. A suspeita, porém, é de que essa seria uma forma indireta de apoio ao produtor agrícola.

Dados
Na quinta-feira, 26, o governo americano pediu que o Brasil forneça dados completos sobre quanto foi usado para comprar a produção local e o detalhamento dos setores beneficiados. Os EUA pediram explicações do Brasil sobre o fato de que o volume de dinheiro público no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) tenha crescido de forma substancial em 2010 e solicitou que o país reapresente seus cálculos de quanto gasta à OMC.

O Itamaraty justificou que não havia por que reapresentar os dados e disse que o aumento era apenas resultado de uma contabilidade que passou a incluir os gastos do Ministério do Desenvolvimento Social. Comunicados do governo indicam que, em dez anos, o PAA recebeu R$ 5 bilhões em investimentos. A presidente Dilma já indicou que seu governo comprou 830 mil toneladas de alimentos, com investimentos de R$ 1,75 bilhão. Para 2013, a previsão de investimento é de R$ 1,4 bilhão.

O governo do Canadá também insistiu em obter detalhes de como funciona o Plano Brasil Maior e o fato de que produtores estariam sendo beneficiados por isenções fiscais. Ottawa pediu uma explicação do Brasil sobre o impacto financeiro dessa ajuda governamental.

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Agricultura & Alimentos, Brasil, Comércio Exterior, Desigualdade Social, Diplomacia & Relações Internacionais, Educação & Ensino, Estados Unidos da América. Bookmark o link permanente.

7 respostas para Obama quer que Brasil acabe com Merenda Escolar e outros programas sociais

  1. É IMISCUIR!!! Não “esmiscuir”!!

    Curtir

  2. Véi eu acho esse Obama o maior fdp mesmo, e falo sem pudor. Presidente invasivo que usa do poder norte americano para se infiltrar de forma vil e “não legal”… E ainda altamente defendido e intocável pois se trata da porra do presidente dos Usa. ENTRETANTO, Aprendi desde pequeno que quando a gente não toma conta da nossa vida, alguém maior toma, no caso do mendigo o governo “pode” passar através de milhares de veículos humanos e tirá-lo a força ou a favor enfim tanto faz, mas um reles mendigo perdeu o direito a própria vida em muitos casos, apesar de no Brasil isso sequer funcionar e os mendigos ficarem jogados mesmo pelas ruas… O Brasil enquanto governo só faz merda, só destrói o próprio povo, matando através de desvios cruéis e genocidas ( quando observamos dinheiro alto da saúde, comida, educação etc sendo desviados por cabeças de cajú priorizando enriquecer até o Cú a própria família e primos, matando geral nos leitos de morte do SUS). Não obstante, quando o gringo vem ver a nossa boa bola rolar a gente ” povo” grita desesperado para o mundo, demonstrando o nosso descontrole pessoal, social para atacar o descontrole perverso governamental , é tudo justo , cada um na sua posição , mas o BRASIL é uma grande merda sem controle, nego roubando e matando desde do ajudante de pedreiro até a presidente e seus capangas. Aí vocês realmente não querem ficar nas mãos do palhaço ? Então nasçam novamente e escolham um país mais sério de verdade ( Sem clichês de ” Brasil não é sério” Brasil não é um páis, é uma desordem de tamanho continental caótica”… Mas o Brasil é o samba, samba da morte! O avanço natural das coisas é alguém tomar conta, é alguém punir mesmo esses fdps que nos representam enquanto nação. Resumindo , ” Quando não tomamos conta de nossas próprias vidas, a vida dá um jeito de colocar um fdp pra cuidar, e nunca é gostoso” . Mas do jeito que está prefiro mesmo que “outros fdps” tomem conta, por que tomei nojo de brasileiro esperto homicida, prefiro americano otário agora pagando de poderoso para se favorecer mais da agricultura do caos

    Curtir

    • Marcelo disse:

      Então mude se para lá já que não sabe falar português mesmo,se o Brasil é uma “m… ” como você diz é por causa de gente como você que pratica o quê condena nos outros. Aliás o Brasil não é uma “m…” meu amigo é um País sofrido e injustiçado por uma elite parasita!

      Curtir

      • Marcelo,
        Acho que você não entendeu ou não leu a nota que publiquei. Minhas críticas foram aos EUA que interferem em tudo o que ele não é chamado. Nos próximos comentários, solicito a gentileza de você deixar de usarv palavrões, a língua portuguesa é muito rica e tenho certeza de que você encontrará as palavras adequadas para expressar seu ponto de vista.

        Curtir

  3. Eneas de Cerqueira Leite disse:

    Parabéns pela educação demonstrada ,
    ao receber com boa vontade e humildade ,
    a “correção ” a respeito do “vacilo ” no nosso idioma rs

    Curtir

  4. Kendal Anderson disse:

    eu sinceramente estou desapontado com o presidente Obama,pois como ele pode querer que o país pare de ajudar a sua própria população por achar que podemos pagar com menos tempo oque devemos?
    Se ele quiser saber pra onde vai o dinheiro do Brasil basta apenas pergunta a população então explicaremos a ele que a CORRUPÇÃO no nosso país e anormal.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s