O Fashion Inclusivo é um projeto voltado para a moda que busca a inclusão de deficientes com as mais variadas necessidades especiais. Ele tem como objetivos, proporcionar aos alunos com necessidades educativas especiais situações que favoreçam a autoconfiança e a auto-estima, através da participação em desfiles de moda.
Com base no Diário do Poder

Tradição nos desfiles de moda de Brasília, o grupo de crianças com carências especiais, autistas ou com Síndrome de Down, integrantes do projeto Fashion Inclusivo, foi vetado de participar do evento produzido no Dia da Criança pelo Shopping Iguatemi deste ano. Pais dos meninos e meninas que, desde 2011 abriam o desfile, entenderam a barreira como uma exclusão aos garotos e garotas com necessidades especiais.

Leia Também:

Segundo a coordenadora do Fashion Inclusivo, professora Angela Ferreira, a explicação oficial do shopping do Lago Norte foi que “este ano não tinham espaço físico pra nós, já que sempre pedi um espaço específico pra nós para que pudéssemos ajudar as mães e na maquiagem. Sugeri que este ano íamos aceitar estar com os outros modelos”ditos normais”, mesmo assim, disseram que em reunião já tinham decidido que não estaríamos este ano?”

Para este fim de semana do Dia da Criança, estava previsto o programa do FASHION&FUN do Shopping Iguatemi. Seriam apresentadas no desfile as grifes de oito lojas. Mas ao contrário das duas edições anteriores, o Fashion Inclsuivo ficou de fora. Para compensar a exclusão sem justificativa nesta edição de 2013, o Iguatemi ofereceu ao Fashion Inclusivo um café da manhã, quando da inauguração da decoração de Natal, no dia 7 de novembro, informa a professora Angela.

Uma das mães das crainças envolvidas no projeto, Cleo Bohn, informou que justtificaram a ela que o aumento de lojas participando do evento impedia a presença o Fashion  Inclusivo.

“A diretora de marketing me contatou, se desculpando e dizendo que quer que a gente esteja lá, que o evento cresceu, aumentaram os lojistas… Sim, e eu disse: aumentaram os lojistas no desfile, aumenta a vendagem e nossos filhos ficam de fora!!! É isso que vc ensina para seus filhos?  É assim que eles vão ter que conviver, queiram ou não, com um quarto da população? Enquanto o mundo discute e caminha para a inclusão, esse Shopping exclui!!!” dise Cleo Bohn.

Se o shopping de elite barrou as crianças com necessidades especiais e que já se apresentaram até em Foz do Iguaçu em eventos internacionais, outras instituições já abriram as portas para recebê-las.

Em setembro, o Fashion Inclusivo fez abertura oficial da IV DiversidARTE no Átrio do Palácio da Justiça no TJDF. E em dezembro, a garotada fashion também poderá mostrar o talento nas passarelas no Senado, em evento programado para o dia 3.

Procurado pelo site Diário do Poder, o Shopping Iguatemi alegou – por meio de assessoria de imprensa – que o evento é de iniciativa do shopping e confirmou que neste ano as crianças com necessidades especiais não participariam. 

Posicionamento do Iguatemi Shopping

O blog Brasília, por Chico Sant’Anna recebeu, na tarde de terça-feira, 15/10, a seguinte mensagem da assessoria de imprensa encarregada em atender o estabelecimento comercial.

“A respeito da nota veiculada em seu blog sobre o Iguatemi Fashion & Fun, o Iguatemi Brasília esclarece que também é um admirador do projeto Fashion Inclusivo. Na quarta edição do Fashion & Fun o projeto continuou marcando presença e abrilhantando o evento, conforme as fotos em anexo. A nota publicada tem tido uma repercussão muito grande mas não representa o que ocorreu.  

Abaixo e em anexo, mais informações. Créditos das fotos são do Celso Júnior.

Obrigada.

Iguatemi Brasília comemora sucesso da quarta edição do Iguatemi Fashion & Fun

Evento realizado no fim de semana do Dia das Crianças uniu estilo, diversão, shows de mágica e a participação do projeto social Fashion Inclusivo

O Shopping Center Iguatemi Brasília comemora o sucesso da quarta edição do desfile Iguatemi Fashion & Fun, evento que reuniu no final de semana uma série de atrações em comemoração ao Dia das Crianças. Aproveitando o clima da Copa do Mundo de 2014 e dos grandes eventos esportivos, crianças exibiram coleções de dez grifes em uma passarela inspirada no universo do esporte. 

 O evento contou ainda com a participação do projeto social Fashion Inclusivo, iniciativa que tem por finalidade promover a inclusão de crianças com deficiência ao mundo da moda. Os meninos e meninas atendidos pelo projeto deram um show e mostraram muito estilo.

Outra grande atração do Iguatemi Fashion & Fun foi a presença do piloto Felipe Nasr, único representante brasileiro na principal categoria de acesso à Fórmula 1, a GP2.  Felipe abriu as atividades no sábado, 12, e autografou bonés para os pequenos fãs.

Além disso, espaços para jogos, brinquedos e maquiagem foram montados para divertir a turma. A academia Bodytech também participou da festa e comandou as brincadeiras na passarela durante os intervalos dos desfiles. O toque de magia ficou por conta do ilusionista Tio André, que encantou a garotada com truques interativos.

Rany Andrade
RP1 Comunicação Brasília

No segundo dia do evento, no domingo, 13/10, uma das sete grifes que participaram dos desfiles incorporou ao seu desfile crianças do Fashion Inclusivo. A abertura dos desfiles, contudo, não contou com a participação do projeto, como nos anos anteriores.  Foto de Celso Júnior/Iguatemi Shopping.
No segundo dia do evento, no domingo, 13/10, uma das sete grifes que participaram dos desfiles incorporou ao seu desfile crianças do Fashion Inclusivo. A abertura dos desfiles, contudo, não contou com a participação do projeto, como nos anos anteriores. Foto de Celso Júnior/Iguatemi Shopping.

Nota de Redação.

O Blog Brasília, por Chico Sant’Anna baseou seu relato nos depoimentos da coordenadora do projeto Fashion Inclusivo, professora Angela Ferreira, e de uma das mães, Cleo Bohn. O departamento de Marketing do Shopping foi procurado, sem êxito, para dar a versão dele. Somente nesta data de 15/10, o shopping se posicionou. Na impossibilidade de contar com a versão empresarial, este blog divulgou a resposta por ele dada ao portal Diário do Poder, conforme texto acima. 
Segundo as duas fontes ouvidas, o evento do Shopping Iguatemi foi projetado para ocorrer em dois dias, sábado e domingo, com oito grifes. Depois do ocorrido no sábado e da repercursão dos fatos, uma das grifes que desfilariam no domingo, convidou algumas das crianças participantes do projeto. Entretanto, relatam as duas, a abertura do desfile, tradicionalmente feita pelo Fashion Inclusivo, não aconteceu, nem a totalidade das crianças que tradicionamente desfilam tiveram a oportunidade de fazê-lo.

As fotos enviadas pela assessoria do shopping reforçam a informação que apenas uma das grifes, a Tyrol, efetivamente incluiu crianças com necessidades especiais em seu desfile. As sete outras grifes não o teriam feito.

Eeste blog se mantém aberto  aos dois lados deste episódio, se assim desejarem se pronunciar.

Anúncios