bicicletárioPor Marina Tsutsumi, em Mobiletime news

Driblar o trânsito das grandes cidades é uma tarefa árdua do dia-a-dia de milhões de pessoas. Para quem precisa percorrer distâncias curtas, a bicicleta poder ser uma alternativa rápida, saudável e sustentável. Eventualmente, pode complementar o uso do transporte público, conectando o cidadão a uma estação de metrô, por exemlo. O problema, contudo, é ter um lugar seguro para guardar a bicicleta. Pensando nisso, a Serttel, mesma empresa responsável pelos projetos Bike Rio e Bike Sampa, desenvolveu o Sambox, um estacionamento para bicicletas acessado pelo celular.

O conceito do estacionamento é como um contêiner de bicicletas – como na foto acima -, implantado em pontos estratégicos da cidade, como próximo a estações de metrô e pontos de ônibus. A ideia é voltada principalmente aos usuários que usam vários tipos de transporte para se deslocar.

Com este estacionamento, o usuário poderá baixar um aplicativo gratuitamente no celular, por meio do qual conseguirá escolher o espaço para guardar a bike. “O objetivo é oferecer um serviço gratuito ao usuário. Portanto, o projeto só será viabilizado com patrocínio”, diz Angelo Leitte, presidente da empresa.

O aplicativo permitirá que somente o dono da bicicleta consiga abrir a estação para retirá-la. As regras de uso ainda estão sendo definidas. Uma das preocupações é que o estacionamento não vire um depósito de bikes. Provavelmente, haverá um tempo de limite para que cada bicicleta fique guardada e é preciso ter alguma forma de garantir que o dono venha buscá-la, para que a vaga seja liberada a outras bicicletas.

Segundo Leitte, a Serttel será responsável por operar o sistema do estacionamento, além de providenciar o seguro das bicicletas e das estações em casos de roubo ou vandalismo. O aplicativo móvel está em desenvolvimento e o projeto busca patrocínios, com uma meta de lançamento para dezembro.

Anúncios