Ave gaviao pega macaco 1cTextos com base no Wiki Aves, a Enciclopédia das aves do Brasil.
Fotos de Margi Moss.

O gavião-pega-macaco (Spizaetus tyrannus) identificado biologicamente em 1820, é uma ave de rapina da família Accipitridae. Também conhecido como apacanim-preto, papa-mico, uiruucotim, cutiú-preto, apacanim,gavião-de-penacho, papa-macaco, pega-macaco, urubutinga e urutaurana.

Características

Trata-se de uma espécie florestal que mede entre 58 cm e 72 cm de comprimento, 2,30 metros de envergadura e chega a pesar até 6,5 quilogramas. A média de peso da espécie está entre 900g (machos) e 1.100g (fêmeas). É uma das maiores aves a ocorrer no Brasil.

 

Os adultos apresentam plumagem preta na parte ventral, com o dorso marrom-pardacento escuro (quase negro). Possuem um penacho em forma de coroa, com penas que apresentam cor branca na base, sendo o restante preto. A cauda é longa com três a quatro barras cinzas escuras, os tarsos são completamente emplumados e a íris é amarelo-alaranjada.

Ave gaviao pega macaco 2c

Hábitos

São carnívoros e, como o próprio nome diz, alimentam-se de macacos e sagüis, além de outros animais como aves, répteis e pequenos mamíferos como morcegos.

Eles se fazem presente nas três Américas, do México à Argentina, passando é claro pelo Brasil e por Brasília.

No Brasil são mais freqüentes no litoral leste-meridional, da Bahia, leste de Minas Gerais até o Rio Grande do Sul.  Mas há também registros no Centro-Oeste e até na Amazônia.

Eles habitam florestas densas, clareiras e bordas de florestas primárias e secundárias, sendo tolerante a pequenas perturbações e desflorestamentos provocados no ambiente. Vive solitariamente ou em pares, sendo comum observar indivíduos realizando vôos altos e circulares durante o período da manhã e início da tarde.

Ave gaviao pega macaco 3cMargi Moss, autora das fotos que ilustram este texto, relata que são poucos os observadores de pássaros de Brasília que tiveram a oportunidade de avistar no Distrito Federal esta ave. “Os que viram, viram apenas apenas em voo bem alto, mas eu tive o privilégio de vê-lo sentadinho num angico dentro do meu quintal” – ressalta

“Frequentemente o via sobrevoando minha casa e isso porque estou sempre atenta ao chamado dele e quano o escuto, saio correndo com minha máquina para tirar fotos. Mas quando ele veio e pousou no jardim, foi uma emoção pura, minhas mãos tremiam ao tirar a foto porque sabia que ele iria embora logo. É uma ave magnífica, mas como é preto e voa alto, acho que as pessoas pensam que seja urubu (apesar da silueta dele não ter nada de urubu!)” – complementa a observadora de aves.

Comportamento

Nas florestas, pode ficar imóvel por horas antes de ser percebido nas sombras da folhagem. Quando em vôo, suas asas têm silhueta quase elíptica, mantém a cauda longa menos aberta em forma de leque. O ninho também é muito bem oculto e costuma ser bem acima da altura alcançada pela maioria dos animais, nos galhos mais altos das árvores.

Faz o ninho com galhos secos no alto das árvores, onde a fêmea bota dois ovos. Cuidam juntos da incubação. O filhote nasce depois de cerca de 63 dias, passando um longo tempo dependente dos pais até chegar à vida adulta. Os machos fazem apresentações de vôo para a fêmea, que escolherá aquele capaz de manobras mais bem feitas e de maior vigor.

Ave gaviao pega macaco 4cPreservação

Embora tenha sido razoavelmente registrada nos últimos anos, esta espécie rapineira florestal necessita de áreas extensas para cumprir seu ciclo de vida, sendo que suas populações podem sofrer declínio em decorrência da fragmentação excessiva. Pelo fato de também poder atacar pequenas criações domésticas, como pintinhos e galinhas, é perseguido pelos fazendeiros.

Estado de Conservação
(IUCN 3.1)

Pouco Preocupante

A espécie de reproduz de agosto a dezembro, botando 1 a 2 ovos, que eclodem após 63 dias de incubação.

Está gostando?
Abaixo, 37 outras aves comuns à Capital Federal.
Clique no enlace e confira. 

Anúncios