O Partido Socialismo e Liberdade – Psol realiza neste domingo o seu Congresso Regional, quando será escolhida a nova direção executiva do Psol-DF, bem como a composição do diretório regional. O partido também define suas estratégias para as eleições de 2014 e deve lançar Antônio Carlos de Andrade, o Toninho do Psol, pré-candidato ao governo do Distrito Federal.

Nas últimas eleições ao Palácio do Buriti, Toninho do Psol ficou em terceiro lugar com cerca der 200 mil votos. De outubro de 2012 para outubro deste ano, o Psol do Distrito Federal apresentou um crescimento importante, da ordem de 66%, incorporando aos seus quadros de filiados novas lideranças comunitárias e sociais, ampliando, desta forma, a sua presença nas diversas cidades do Distrito Federal, bem como nos diversos segmentos sociais da Capital Federal.

O Congresso do Psol-DF, que terá lugar no Teatro Dulcina, no Setor de Diversões Norte – Ed. FBT, SDS/CONIC Bloco “C”, será dividido em dois momentos.

Durante o Congresso Regional do Psol-DF, Toninho do Psol deverá ser aclamado pré-candidato do partido a governador do Distrito Federal.  Foto de Chico Sant'Anna
Durante o Congresso Regional do Psol-DF, Toninho do Psol deverá ser aclamado pré-candidato do partido a governador do Distrito Federal. Foto de Chico Sant’Anna

Pela manhã, a partir das 9h00, logo após o credenciamento dos delegados eleitos nas plenárias zonais realizadas em agosto e setembro, terão início os debates sobre os problemas conjunturais e estruturais da Capital Federal, tais como Saúde, Mobilidade Urbana, Cultura e Educação e ocupação do solo, com destaque para uma análise do projeto-de-lei encaminhado à Câmara Legislativa do DF, que estabelece o Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília. O Psol é contrário ao plano, entende que ele é nocivo à preservação de Brasília e que agrava a qualidade de vida dos brasilienses, além de colocar em risco a condição de Patrimônio Histórico da Capital Federal.

O Psol vê a cidade abandonada nas áreas mais sensíveis. Falta uma política de incentivo à cultura, os resultados dos exames nacionais apontam uma decadência da qualidade do ensino público; a segurança pública é um motivo de grande insegurança do cidadão brasiliense e a Saúde Pública, que deveria ter sido equacionada em 90 dias, conforme promessa de campanha do atual governador, continua sucateada. De maneira geral, o GDF se mostra refém dos interesses da especulação imobiliária, que avança sobre as áreas públicas e verdes do DF.

O partido vê com preocupações as falhas estruturais da política de transporte público do Distrito Federal. A Capital Federal é uma das cidades com a pior condição de mobilidade urbana do País e os corredores de ônibus que estão sendo construídos não darão a resposta necessária. As análises técnicas indicam que se faz necessário a imediata introdução de um sistema de transporte coletivo sobre trilhos, ampliando-se a linha do metrô, implantação do VLT bem como a transformação da linha do Trem Bandeirantes da extinta Rede Ferroviária Federal,  em linha de trem regional.

Sobre este conjunto de problemas os militantes do partido estarão realizando um debate que possa trazer subsídios a um programa de governo.

Na segunda parte do Congresso, serão eleitos os delegados ao Congresso Nacional do Psol, bem como a executiva e o diretório regional do partido. São estas duas instâncias que irão comandar o partido durante o processo eleitoral de 2014.

A primeira parte do evento será aberta à imprensa, a segunda é restrita aos filiados e delegados.

 

Serviço:
Congresso Regional do PSOL/DF
Data: 03/11/2013
Horário: 9h00 às 16h00
Local: Teatro Dulcina, SDS/CONIC Bloco “C” Edifício FBT

Anúncios