Poema de Fim de Semana: Ano Novo por inteiro

2) Alcântara dez 2013 (123)Poema de Luiz Martins da Silva. Foto de Chico Sant’Anna

 

I

No primeiro de uma dúzia

Renovações de promessas,

Insistir no sonho que somos.

 

II

De tudo o que é desejado,

(Mas nem tudo confessamos,)

Melhor um baile de máscaras.

 

III

Volta a vida, voltam as aulas,

E os impostos da República

Que temos por ilustrar.

 

IV

Tempo de se abrir um céu

De esfuziantes virtudes,

Constelações de brilhantes.

 

V

Casar-se por mais uma vez

Com todas as noivas do mundo,

Perpetuar nossos nomes.

 

VI

Primeiro mês dos sem erre,

Fartos mares de sardinhas

E santos com festas de milho.

 

VII

Estação de calafrios,

É o inverno de nós mesmos,

De tudo que não fizemos.

 

VIII

Gosto sequer se discute,

Mesmo que a terra vermelha,

Implore perdão, de pés juntos.

 

IX

Com muita desenvoltura,

Volta a Natureza ao estilo,

Cartela de todas as flores.

 

X

Outubro, apelido de Outono,

Ou seriam irmãos gêmeos…

Oriente e Ocidente?

 

XI

A melhor prova dos nove,

Geometria de lápides,

Certezas bem decoradas.

 

XII

Volve a nós o mesmo ciclo,

Sagradas festas pagãs,

Todos podem ser criança.

Anúncios

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Arte e Cultura em Brasília, Cultura, Literatura e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s