Poema de Fim de Semana: Perolário

Por Luiz Martins da Silva

Viver época de partilha,

Dádivas soltas web afora.

É só lançar-se na rede

E se fartar de tesouros.

 

Rescaldo de outras ondas,

Beatles e Stones bem jovens.

Ou a concha do último self,

Cornucópia de narcisos.

 

Era um coreto art déco,

Numa infância nacarada.

Rey Charles gemia na tarde:

I can’t stop loving you.

 

E eu, que nunca parei,

Nem de amar, nem de ouvir,

Vivo à farta de imagens,

Melodias a curtir.

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Arte e Cultura em Brasília, Cultura, Literatura e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s