Flamboyant

Poema e Foto de Nelson Oliveira

Novembro finalmente impôs
Sua atmosfera mais sã,
E novo estado de arte se vê:
Depois de umas quatro chuvas
(E já esquecido o Ipê),
Flora em toda parte o Flamboaiã!

Anúncios