Mamulengo

Foto de Ivaldo Cavalcanti. Texto de TT Catalão

Chico não veste “binidito” é o boneco que faz Chico viver em nós.

O grupo de teatro Mamulengo Presepada se prepara para as comemorações dos seus 30 anos de existência, e para começar os trabalhos preparamos uma exposição com o acervo de bonecos que o grupo formou ao longo de todos esses anos de andanças, presepadas e brincadeiras pelo Brasil e mundo afora.

Mamulengo3O grupo começou a atuar em Brasília em 1985, originado à partir da convivência com o amigo Carlinhos do Babau do Carroça de Mamulengos, após uma viagem de 3 anos pelo nordeste brasileiro, e da participação em oficinas coordenadas pelo Mamulengo Só Riso em Olinda-PE, e da convivência com outros mestres como Zé Lopes, Saúba, Zé de Vina, Chico de Daniel,  Joaquim do Babau.Mestre Solon, do Mamulengo Invenção Brasileira, Carpina-PE, ensinou que “em São Saruê vive tudo que se imagina” e que “o boneco é anterior ao homem”, presenteou o grupo com os primeiros bonecos e abençoou o caminho que se seguiu.

Para conhecer mais artistas de Brasília, leia também:

Mamulengo2Sempre mantendo a tradição e investindo em novas buscas, o grupo hoje brinca palhaço, ventriloquia, mágica, e claro, mamulengo. O grupo que já percorreu mais de 20 países e apresentou-se mais de 2.500 vezes em praças, escolas, festivais e encontros hoje possui um vasto acervo de bonecos brasileiros e bonecos do mundo. Alguns países como Vietnã, Birmânia, Itália, Portugal, China, Irã compõem o acervo com bonecos de variadas técnicas, tais como manipulação direta, vara, fio e luva.

A Galeria Olho de Águia e o grupo de teatro Mamulengo Presepada convidam a todos para abertura da exposição 30 anos Mamulengo Presepada no dia 04/11/2014 às 20hs na Galeria Olho de Águia com apresentação dos grupos

Anúncios