CachorroPoema e foto de Luiz Martins

 

                Em homenagem a esses seres tão sencientes

Eu sou o cachorro Xampu,

Por causa do meu cabelo,

Sempre vaidoso no espelho

Dos olhos de minhas donas.

 

Mas, isso é nome de cão?

Por isso meu ‘tio’ me deu

Nome inglês e mais pomposo:

Champion, agora, snob.

 

Mas se querem bem a mim,

Olhem-me, bem de pertinho,

No fundo de minha retina.

 

Então, por descuido, num triz,

Dou uma lambida no nariz

De quem me fizer carinho.

Anúncios