Carnaval

Não dá pra ignorar: ou cai dentro ou sarta fora.
Uma greve geral eufórica como essa coloca a passeata do prazer na vida do brasileiro. Inverte o padrão, alucina o patrão. Momocracia do escracho!
Mesmo quem detesta faz um outro modo de festa: brinca de silêncio, oração, medita e descarnavaliza o corpo em estado alucinado de bacantes bacaninhas…
Não dá pra ignorar, ou cai dentro, ou sarta fora…ou desfila no carro alegórico do sofá em ato explícito de voyeurismo familiar: sem culpa nem pecado por que o aval da carne é carnaval!

Anúncios