Poema de fim de semana: Vida em Capítulos

TVPoema de Luiz Martins da Silva. Ilustração de TT Catalão

 

I

Nas manhãs do mundo,

Não há o que ver,

Para além das tevês,

Depredados ícones.

 

II

Mas, rever na telinha

Ídolos vespertinos,

Nunca será tarde,

Para alguma estrela.

 

III

Quando o astro se põe,

Pode haver pelos,

Já entreabertos,

Molhação de novelos.

 

IV

Novas novelas das seis,

Haja imaginação,

Tipo exportação,

Jantar de lágrimas.

 

V

Padrão global de trair,

Provas de DNA,

Quem será filho de quem?

Sofrer de lugar comum.

 

VI

Finalmente, às dez,

No império do mal,

Nada há em família

Senão vilania.

 

VII

Moral da história,

Uma vida improvável,

De educação moral,

Vote no vilão, brother!

Anúncios

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Arte e Cultura em Brasília, Cultura, Literatura e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Poema de fim de semana: Vida em Capítulos

  1. Sandra Fayad disse:

    Meu amigo Luiz Martins da Silva faz um crítica poética à programação chula da Rede Globo. Verdade bem dita. Parabéns ao amigo pelo desabafo! E a educação, nada.

    Curtir

  2. Nailda Rocha disse:

    Hahahhaha… Adorei! É uma crítica deliciosa. Parabéns mestre!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s