caes
A população global de cachorros em domicílios brasileiros indicou uma média de 1,8 cachorro por residência. Foto de Chico Sant’Anna.

População de cachorros foi estimada em 52,2 milhões e a de gatos, em 22,1 milhões.

A Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) – Acesso e Utilização dos Serviços de Saúde, Acidentes e Violências, realizada pelo IBGE, apontou a existência no Brasil, em 2013, cerca de 75 milhões de cães e gatos morando em domicílios. A população desses animais domésticos que vive de forma vadia nas ruas não foi computada.

Essa informação apoiará o planejamento do Ministério da Saúde, por exemplo, na programação de compras de vacinas contra a raiva. Em 75,4% dos domicílios brasileiros que possuíam esses animais, todos os cachorros e gatos haviam sido vacinados contra a raiva nos últimos 12 meses.

Pela primeira vez no IBGE, uma pesquisa traz dados sobre animais domésticos. Naquele ano, 44,3% dos domicílios do país possuíam pelo menos um cachorro, o equivalente a 28,9 milhões de unidades domiciliares. A região Sul apresentou a maior proporção (58,6%) e a Nordeste, a menor (36,4%). Na área rural, a proporção de domicílios com algum cachorro (65,0%) era superior à da urbana (41,0%).

A população de animais domésticos que vive de forma vadia nas ruas não foi computada. Foto de Chico Sant'Anna.
A população de animais domésticos que vive de forma vadia nas ruas não foi computada. Foto de Chico Sant’Anna.

A população global de cachorros em domicílios brasileiros foi estimada em 52,2 milhões, o que indicou uma média de 1,8 cachorro por domicílio, considerando-se o conjunto de domicílios com este animal.

Em relação à presença de gatos, 17,7% dos domicílios possuíam pelo menos um, o equivalente a 11,5 milhões de unidades domiciliares. As regiões Norte (22,7%) e Nordeste (23,6%) apresentaram os maiores resultados, e as regiões Sudeste (13,5%) e Centro-Oeste (14,3%), os menores. A área urbana (14,2%) apresentou proporção inferior à rural (39,4%). A população de gatos em domicílios brasileiros foi estimada em 22,1 milhões, o que representa aproximadamente 1,9 gato por domicílio com este animal.

As regiões Sudeste e Centro-Oeste (84,3% e 81,7%, respectivamente) apresentaram resultados superiores às regiões Sul, Norte, Nordeste (63,5%, 67,1% e 70,1%). Considerando a situação do domicílio, a área urbana apresentou proporção superior à rural, 79,7% e 58,2%, respectivamente.

Dentre os domicílios com algum cachorro ou gato, 75,4% (24,9 milhões) tiveram todos os animais vacinados contra raiva nos 12 meses anteriores à pesquisa.

caes - beckyBrasília

No caso do Distrito Federal, a proporção de domicílios com cães e gatos foi inferior à média nacional. Enquanto que no Brasil, 44,3% dos domicílios possuiam cachorros, no DF a proporção ficou em 32,3%., No tocante a gatos, a média do Brasil foi de 17,7% das residências possuindo bichanos, enquanto no DF foi de apenas 6,9%.

Entretanto, a proporção de domicílios brasilienses em que todos os cachorros e gatos foram vacinados contra raiva nos últimos 12 meses é maior do que a média nacional. Chega a 85,7% contra 75,4.

 

Anúncios