História em quadrinhos viaja pelas esquinas de Brasília

Thalija

O lançamento da mais brasiliense das histórias em quadrinhos, Thalija, acontec dia 8 de julho, quarta-feira, a partir das 19:00 horas, na sobreloja (varandão) do Boulevard, no Setor de Diversões Sul, também conhecido por Conic.

Thalija é uma adolescente brasiliense corajosa, sonhadora, inquieta – e com um amor pelas artes urbanas que está em seu DNA. Sua paixão por Brasília não é coisa de espantar: a gente jovem de nossa cidade é mesmo apaixonada por ela. Também não causa espanto o seu explícito interesse pela Arquitetura e pelo Urbanismo da linda capital do Brasil. Na verdade, toda a história que desenhei é “o processo decisório da heroína quanto a se tornar, ou não, uma arquiteta e urbanista”. Sua decisão final é prá lá de polêmica, cabe ao leitor julgar.

Quem descreve a personagem principal dessa obra em quadrinhos é o professor de Arquitetura da Universidade de Brasília, Frederico Flósculo. São 60 páginas desenhadas com a técnica de bico-de-pena. Ilustrações e dialogos são de autoria de Flósculo. Algumas delas, lembram o estilo das ilustrações da célebre obra O Pequeno Príncipe.

Thalija2

São 60 páginas desenhadas com a técnica de bico-de-pena. Ilustrações e dialogos são de autoria de Flósculo.

Neste livrinho em quadrinhos  – explica ele – apresento o roteiro alucinado de uma “viagem” feita com todas as liberdades poéticas e imaginativas que vieram a mim, amante de Brasília, pai de brasilienses da gema. A decisão de fazer algo artesanal e voluntarioso, a meu modo, foi essencial. Nada aqui foi realmente planejado de forma minuciosa, ao contrário. Além disso, todos os desenhos e textos foram feitos à mão, prazerosamente. Espero que a gente brasiliense viaje com essa esperta, empoderada garota. Puxei a ela.”

O lançamento da mais brasiliense das histórias em quadrinhos, Thalija, acontec dia 8 de julho, quarta-feira, a partir das 19:00 horas, na sobreloja (varandão) do Boulevard, no Setor de Diversões Sul, também conhecido por Conic.

 

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Arte e Cultura em Brasília, Brasília - DF, Cultura, Desenho, História em Quadrinhos, Literatura e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para História em quadrinhos viaja pelas esquinas de Brasília

  1. Frederico Flósculo disse:

    Super-agradecimento pelo apoio, combativo Chico Sant’anna! Mais um depósito no acervo das artes dos quadrinhos brasilienses.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s