Poema de Fim de Semana: A Gosto Musical

Notas MusicaisPor Luiz Martins da Silva

Quase acreditava

Ser anúncio real,

Crepitar de pingos.

Cervejas se anunciam,

Mas, não me digam:

Bebem mulheres?

Mi

Hoje, arrepios,

Não era coruja.

Buraqueira na estrada.

Flores, sim, campestres.

Não mais campari.

Nem nos bares.

Sol

Os aviões sumiram

Com toda uma ala,

Náufragos fumantes.

Boa, fé; ma fé; boa fé…

Comandantes sabem:

Há soldados estúpidos.

Si

Existiria um país

Sem moto-serra

E sem agrotóxicos.

Bem me quer; bem me quer.

Fora do espelho,

Alguém jasmim.

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Arte e Cultura em Brasília, Cultura, Literatura, Música. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Poema de Fim de Semana: A Gosto Musical

  1. Nailda Rocha disse:

    Mestre. Obrigada.
    Flores, sim, campestres.
    Não mais Campari.
    Nem nos bares.

    Muita graça em poucos versos.
    Eu amo seus poemas!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s