Metro quadrado de imóveis chega a R$ 10 MIL na Capital Federal. Foto de Chico Sant'Anna
Metro quadrado de imóveis ultrapassa a casa dos R$ 10 mil na Capital Federal. Foto de Chico Sant’Anna

Com base em Daniel Alcântara, do Boletim Fecomércio.

 

Os jornais noticiam diariamente a existência de crise econômica no Brasil. Desemprego, queda na renda do brasileiro, conforme divulgado pela imprensa, parecem não afetar o mercado imobiliário da Capital Federal. Seja nos bairros mais nobres ou nas cidades satélites o custo dos imóveis é estratosférico. Brasília continua apresentando os preços mais altos para venda de imóveis, em todos os perfis analisados, segundo o Boletim de Conjuntura Imobiliária, divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (Secovi-DF).

O estudo é referente ao mês de julho. Já os menores preços, na categoria de casas, foram encontrados no Paranoá. O valor do metro quadrado de um apartamento na capital federal é de  R$ 10.238 reais, enquanto que nas casas no Paranoá, sai por 1.122 reais.

Quanto aos imóveis comerciais, o Setor de Indústria apresenta os maiores valores para lojas e salas. As lojas são comercializadas a, aproximadamente, um milhão e meio de reais e as salas por R$ 500 mil. Já os menores valores foram verificados em Sobradinho para lojas, com valores de R$ 170 mil. Em Taguatinga, as salas são comercializadas a R$ 200 mil.

Anúncios