Poema de Fim de Semana: Viver Ipê

ipê copaPoema de Luiz Martins da Silva. Foto de Chico Sant’Anna

 

 

A vida em ipês.

A hora e a vez.

Você está aqui,

Tapete do Paraíso.

 

Deus manda recados.

Por vezes, abelhas,

Lendo cores e aromas:

Rosa, amarelo, branco…

 

À beira do caminho,

Não se precipite,

Não se deprima,

Cair é com as flores.

 

Acorde e bênção:

Dos quatro elementos,

Você não é plasma,

Ainda que Luz.

 

Viagem suprema,

Mochileiro do Infinito.

Você é feliz,

Nem carece aditivos.

 

Seja você

Viva os ipês.

E se mais alguém a florir

É polinizar de essências.

Leia também o Poema de Fim de Semana: Ipês

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Arte e Cultura em Brasília, Cerrado, Cultura, Fauna & Flora, Literatura e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Poema de Fim de Semana: Viver Ipê

  1. Nailda Rocha disse:

    Seja você

    Viva os ipês.

    E se mais alguém a florir

    É polinizar de essências.
    Simplesmente lindo! Se eu fosse um ipê, ia para as nuvens. Parabéns sempre, mestre!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s