ipê copaPoema de Luiz Martins da Silva. Foto de Chico Sant’Anna

 

 

A vida em ipês.

A hora e a vez.

Você está aqui,

Tapete do Paraíso.

 

Deus manda recados.

Por vezes, abelhas,

Lendo cores e aromas:

Rosa, amarelo, branco…

 

À beira do caminho,

Não se precipite,

Não se deprima,

Cair é com as flores.

 

Acorde e bênção:

Dos quatro elementos,

Você não é plasma,

Ainda que Luz.

 

Viagem suprema,

Mochileiro do Infinito.

Você é feliz,

Nem carece aditivos.

 

Seja você

Viva os ipês.

E se mais alguém a florir

É polinizar de essências.

Leia também o Poema de Fim de Semana: Ipês
Anúncios