Poema de Fim de Semana: Chuva do Caju

Poema de Luiz Martins da Silva

 

Todo ano há garantia

De fruta com chuva própria.

Se as flores apontam vingas,

São safras que se anunciam.

 

Cajuzinho do Cerrado,

Depois de muito braseiro,

Exibe confiante, sábio

Intuições aguaceiras.

 

Chamam de cio da Terra,

Este instinto bem verdinho

De um encontro marcado,

Compromisso de noivinhos.

 

Céu e Terra de acordo,

Logo, logo, um arco-íris

Será prova renovada

De paz entre Deus e homens.

Anúncios

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Arte e Cultura em Brasília, Cerrado, Cultura, Literatura, Meio ambiente. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Poema de Fim de Semana: Chuva do Caju

  1. Nailda Rocha disse:

    Mais um presente. Esse refresca a mente. Eu amo todos. Sempre tão belos.serei sempre agradecida por tão belos poemas, mestre!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s