Poema de Luiz Martins da Silva

 

Todo ano há garantia

De fruta com chuva própria.

Se as flores apontam vingas,

São safras que se anunciam.

 

Cajuzinho do Cerrado,

Depois de muito braseiro,

Exibe confiante, sábio

Intuições aguaceiras.

 

Chamam de cio da Terra,

Este instinto bem verdinho

De um encontro marcado,

Compromisso de noivinhos.

 

Céu e Terra de acordo,

Logo, logo, um arco-íris

Será prova renovada

De paz entre Deus e homens.

Anúncios