Poema de Fim de Semana: Três céus teus

Palmeira Imperial noturnoPoema de Luiz Martins da Silva. Foto de Chico Sant’Anna

 

Praia, tapete estendido de olhar

Teu corpo escultura de sol e areia,

Molde sonhado entre tons de lazúli,

Dispersa corola de nuvem e oceano.

 

 

Dali, quadro de rir entre rios surreais

De fantasia enquadrada em moldura,

Mania de ver em tudo lirismo;

Mito, acasalamento, Afrodite e Zeus.

 

 

Foi assim nosso rito de encanto,

Este que, à solta, designam quimera.

Outrora, chamava-se a isto flerte.

 

 

És, enfim, prova que vem do Nirvana.

Ele próprio, a te contemplar criatura.

E eu a te incluir nos princípios do mundo.

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Arte e Cultura em Brasília, Cultura, Literatura e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Poema de Fim de Semana: Três céus teus

  1. Nailda Rocha disse:

    Finalizando o domingo em grande estilo, com contribuição do mestre Luiz Martins. Cada vez mais belos deus versos!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s