Poema de Fim de Semana: Fazer de conta que

Cardo FlorPoema de Luiz Martins da Silva. Foto de Chico Sant’Anna

 

O que menos olhos veem

São as lágrimas que pingam,

Tão próximas do milagre

Da alegria líquida.

 

Nenhuma tristeza se salva

Se a ninguém comover.

Ou, se convir, salina, suar de pobre

Na alvura de um Cristo fractal.

 

Eu era menino e já sabia

Da improbabilidade da virgindade,

Mesmo, assim, pura Maria,

Santa, negra retinta, ébano afim.

 

A cafezeira na estação do trem

E seu brazeiro-lata-de-querozene.

Ela me dava de presente caixinhas

Cheias de sentido, vazias de palitos.

 

Ela acreditava distrair o homem

Que já franzia a criança no futuro.

Eis-me, hoje, no escuro das lembranças

Cheios de tochas, antes do alvorecer.

 

Oh! Minha madrinha postiça,

De meiguice ainda pródiga.

A criança de hoje agradece,

Cardo tardio, humilde prece.

 

Aonde estarás, reencarnada?

Quem sabe na flor-de-espinho,

Quando meu corpinho magro

Procura no céu sinal de pingo!

 

Seca para o nordestino é flagelo

Que enlaça os mais estranhos elos.

Descobre-se, não há sinônimo para lágrima,

A não ser terra seca e falta de água.

 

A flor sem grife, órfã da botânica,

Brotando nos quintais ainda insiste.

É a distância, bem aqui, irmã

Em raízes que jamais se arrancam.

Anúncios

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Arte e Cultura em Brasília, Cultura, Literatura. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Poema de Fim de Semana: Fazer de conta que

  1. Nailda Rocha disse:

    Uma ode às madres todas que foram pro céu? Um nó na garganta, mas não impediu um suave deleite…

    Curtir

  2. Ana Maria Rocha disse:

    Belo poema! Bom f de semana!

    Curtir

  3. Sandra Fayad disse:

    A tristeza também tem sua beleza na poesia. Parabéns, querido amigo Luiz Martins da Silva!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s