Poema de Fim de Semana: Semana Sagrada

20130911_083103

Arfresco na Capadócia, Turquia

Poema de Luiz Martins da Silva. Foto de Chico Sant’Anna

 

 

QUARTA

Quando a Semana era Santa,

Já na Quarta eram as trevas.

Eis que procuram um homem.

Acharam-nu, ou quase,

Junto a um jardim de roseiras

Nos quarteirões de Goiás.

 

 

QUINTA

Hoje, um dia útil e normal,

Nas ruas e nos quintais,

Capital e interior.

Comércio aberto e por certo

Peixes cristãos numa feira,

Pois, amanhã, feriado.

 

 

SEXTA

Este, sim, dia de igreja,

Mas, quem fiel ainda é

De círio de Nazaré

Cheio de cravos e luz,

Em Planaltina, Jesus,

Morre, ator,  na Capelinha.

 

 

SÁBADO

Aleluia, irmão, até Judas

Dele merece perdão,

Tanto o bom quanto o mau,

Dia bom para os ladrões

Saberem de fato o que é seu:

Ou, deveria ser, consciência.

 

 

DOMINGO

Paciência, com a moral.

Os costumes ainda chamam

De santa, uma vez por ano,

Mesmo num país Brasil

Nascido em plena Páscoa,

Ilha da Santa Cruz, Vera Cruz.

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Arte e Cultura em Brasília, Cultura, Literatura, Religião. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s