IMG-20160408-WA0095Por Chico Sant’Anna

O GDF reuniu nesta sexta-feira, 8/4, as principais liderancas dos movimentos a favor e contra o impeachment da presidente Dilma Roussef. Foi apresentado o esquema de como funcionará a Esplanada dos Ministérios por ocasiao das manifestações que devem ocorrer na semana que vem.

Foi definido que a Esplanada será dividida em duas fatias, que se estenderão do Congresso à Rodoviária. A medida visa garantir a segurança e o direito à manifestação de ambos os lados (contra e pró impeachment).

O lado Norte da Esplanada (esquerda do gramado) ficará para os que são contra o impeachment. O lado Sul, da Catedral, para os que são  a favor. Alambrados serão instalados para dividir os grupos e evitar que os pró e contra possam se ver.

A partir da altura da avenida W.3, Sul e Norte, e dos Setor Comercial, Sul e Norte, havera a demarcação de um perímetro (fio amarelo). O interior dele será uma área de observação da SSP. Não será permitido qualquer acampamento na Esplanada a partir desta sexta-feira 8/4. A medida deve frustrar algumas mobilizacões que já começavam a ser organizadas no sábado, 9/4.

20160409_114634

O gramado em frente ao Congresso e a região em verde na ilustração acima contarão com segurança reforçada e o acesso não será permitido, especialmente pelo peso institucional dos órgãos em questão.

A secretaria de Segurança recomenda que crianças, idosos e por dores de dificuldades de locomoção não participem da vigília e das manifestações.

O GDF deve pedir reforço à Força de Segurança Nacional. Fala -se em 150 policiais. Além da Força Nacional, equipes das polícias Civil, Militar e Legislativa, Corpo de Bombeiros, Detran também atuarão na “Operação Esplanada” no período. O efetivo combinado pode chegar a 4.750.

Foi proíbido o uso adereços como pixuleco e o pato gigante da Fiesp e os carros de som terão locais restritos para atuarem.

Não será permitida a circulação de carros pelas vias S.1 e N.1 (Eixo Monumental) no trecho destinado às concentracões. recomendasse a quem for à manifestação que use transporte o público.  O metrô funcionará em horário estendido no domingo. Não encerrando às 19h.

O estacionamento das caravanas contra o impeachment que chegarem de fora será ao lado do Mané Garrincha.

Todo e qualquer incidente policial será direcionado para a 5a Delegância de Polícia, que fica próxima ao Autódromo ou para uma base a ser instalada no Parque da Cidade.

Esse esquema está estabelecido para funcionar nos dias 11, 15, 16 e 17 (dias previstos de votação na Câmara).

Anúncios