Noites Claras Anna RossiPor Ana Rossi

Noite clara

noite escura

noite enluarada

o teu cantar soa aos meus ouvidos

seguiremos no olhar

 

As vidas passam

as falas se calam

os atos matam

os desejos entoam

 o nosso canto para afirmar

afirmações nossas

em jogo

na corridado vento

na contramão do tempo.

 

 

Noite clara

noite escura

seguiremos o teu olhar

Anúncios