POEMA TEMPESTADE
Poema e foto de Ana Rossi

Desperta no bosque

gentil primavera

cônego do além

sigo o meu caminho

orlando as tempestades

risonhas

tristonhas

o tédio se esvai

sigo

Anúncios