Poema no meio da semana: Réstia de luz

ENTARDECERPor Ana Rossi

Réstia de luz
m’illumino d’immenso
um ungarettiano bonjour
deslumbro-me de imenso

um haroldiano bom dia

Réstia de luz
caravanas de pó
constelação de abelhas
frota de poetas
plêiade de formigas
coro de borboletas
cacho de cabras
ninhada de ressuscitados
elenco de peixes
arquipélago sideral
somos
vamos
em frente
sempre

M’illumino d’immenso
um ungarettiano bongiorno
deslumbro-me de imenso

un haroldiano bom dia
em tradução
réstia de luz

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Arte e Cultura em Brasília, Cultura, Literatura. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s