Colete bomba grande colorado
Fantasia de homem-bomba aparentava ter seis cilindros de explosivos.

Esta segunda-feira, 18/7, foi agitada para os moradores dos condomínios do Grande Colorado. Eles viveram emoções semelhantes às da cidade francesa de Nice.

O pânico não chegou a ser na mesma proporção, mas a apreensão foi forte, levando, inclusive à presença Corpo de Bombeiros e policiais de diferentes corporações.

Tudo por conta do que supostamente seria o colete de um homem-bomba.

Nas imediações das lixeiras do Condomínio Vivendas Friburgo, foi encontrado um colete com seis cilindros que se assemelhavam a explosivos ou bananas de dinamite. Cada cilindro contava com fios elétricos, nas cores vermelho e azul. Os fios vermelhos interligavam um cilindro ao outro e os na cor azul estavam conectados a um interruptor vermelho, dando a impressão de ser um suposto detonador.

Tão logo o colete foi encontrado pelos funcionários do condomínio, o Corpo de Bombeiros e o esquadrão anti-bombas foram acionados. Equipes das polícias Militar e Civil também foram mobilizadas.

As ruas internas do condomínio foram isoladas para que os peritos pudessem agir sem risco para os moradores.

Depois de um exame de raio-x, foi constatada a inexistência de explosivos. O colete, na verdade, não passava de uma fantasia de “homem-bomba”.

Segundo umas das versões, ela fora usada em uma festa por um morador do condomínio, de 21 anos. Pela outra, teria sido de uma criança que teria participado de uma festinha a fantasia em sua escola. Em ambos os casos, a fantasia teria sido descartada no lixo após uma festa.

Os responsáveis pela fantasia se desculparam junto aos vizinhos e alegaram que não tinham idéia de que o lixo seria remexido. Imagina se este incidente ocorre em um dia de jogo das Olimpíadas no Mané Garrincha. Que transtorno não seria?

O incidente serviu pra testar a ação das forças de segurança na Capital Federal face a alguma ameaça terrorista. Mas convenhamos, que trata-se de uma fantasia de mau gosto que o morador foi escolher – seja a criança ou o adulto -, principalmente em momentos de tantas mortes decorrentes de atentados terroristas mundo a fora.

 

Anúncios