Poema de Fim de Semana: Centúrias II

Argentina-Chile de-2009 192Poema de Luiz Martins da Silva. Foto de Chico Sant’Anna

Calma! Por algo, as novelas são iguais.
Mesmo quando na alma são reais.
Pantomima é um jogo de espelhos.
E não é que até cobram ingressos?

Egressos, queremos de volta o Paraíso.
Quanto mais alto, mais o monte Olimpo.
Deuses nos atiram aos andrajos da planície.
Sísifo, porém, ganha por rolar pedra acima.

Não existem emoções ruins, todas o são,
Ainda que algum jaleco nos declare,
De saber e laudo que há algo de errado
Quando para o mundo é sincera a nossa alma.

Calma! E tudo bem se os ídolos são de barro.
Ou, melhor, comem e expelem o que vem da terra.
Ouro, prata e bronze são somente símbolos
Que um papel aceita muito bem em desabafo.

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Arte e Cultura em Brasília, Cultura, Literatura. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s