TV Digital está chegando e 100 mil famílias não pegaram seus kits de conversão

Em breve, também as antenas parabólicas analógicas não terão mais serventia. Foto de Chico Sant'Anna.

Em breve, também as antenas parabólicas analógicas não terão mais serventia. Foto de Chico Sant’Anna.

Por Chico Sant’Anna

O brasiliense que ainda não possui aparelho de televisão digital ou o conversor (setop box), que permite assistir o sinal de TV digital nas antigas televisões analógicas, deve correr, pesquisar os preços no mercado e comprar o seu aparelho.

Em 26 de outubro, o sinal analógico de TV na Capital Federal vai ser desligado. Depois de Rio Verde – GO, a cidade é a segunda a migrar para o digital. Para não ficar no apagão, o espectador deve comprar uma nova televisão já adaptada ou o conversor e antena apropriados.

Os canais 2, TV Brasil; 4, Band; 6, TV Brasília; 8, Record; 10, Globo; e 12, SBT ganharão nova numeração e serão disponíveis apenas no sistema digital. O mesmo acontecerá com alguns canais transmitidos hoje em UHF, como as TVs Senado, Câmara e Justiça. Atualmente,a grande maioria dos canais abertos vem operando no sistema analógico e no digital e a partir de outubro haverá o desligamento do analógico.

Leia também:

Cerca de 350 mil famílias de baixa renda do Distrito Federal e de nove cidades de Entorno têm direito a receber gratuitamente os kits conversores. Faltando menos de dois meses, 150 mil famílias de baixa renda ainda não foram buscar seus kits.

Clique aqui, para saber se você pode retirar um kit gratuito, acesse o site  ou ligue para o número 147 com o CPF e o NIS (Número de Identificação Social) em mãos.

Embora o governo esteja providenciando para os mais necessitados o kit conversor, a transição da TV analógica para a digital no Brasil está se encaminhando para uma espécie de apartheid digital com a existência de uma televisão de rico e outra de pobres.

Quando o Brasil bateu o pé e insistiu em desenvolver sua própria tecnologia, a partir do modelo japonês,, tinha como objetivo abrir uma porta para o mundo digital para as camadas mais pobres. Os aparelhos de televisão e os conversores (setop box) permitiriam um acesso a interatividade que a TV digital propicia. Agora, os conversores para as camadas mais pobres da população vão permitir apenas a mudança de canal e de volume. Quem tiver dinheiro, poderá comprar os aparelhos que garantam o acesso à interatividade social.

Anúncios

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Acesso à Informação, Brasília - DF, Democratização da Comunicação, Distrito Federal, Entorno do DF, Goiás, Ministério das Comunicações, Rádio & Televisão, Telecomunicações. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para TV Digital está chegando e 100 mil famílias não pegaram seus kits de conversão

  1. Pingback: TV Digital: Para evitar apagão, fim do analógico no DF pode ser adiado | Brasília, por Chico Sant'Anna

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s