filipetas-chinesasPor Ana Rossi

Hermetismo à flor da pele
sonda o meu ser
recubro sensações de antes
revisitadas
e as mágoas secam
e encontram novos mares
cálidos e quentes
para sobreviver

Hermetismo à flor da pele
os enlaces se fazem
mais serenos
mais fraternais
mais reais
a couraça cai
e eu me vejo
diante do novo
meu ser recupera o fôlego
durmo tranquila

Hermetismo à flor da pele
sobrevoa os meus sonhos
nós de antes se desfazem
vou
mais feliz
atenta ao novo/velho
que se renovou

Hermetismo à flor da pele
ecos em mim
partes de mim caem
e meu ser se reorganiza
escalas de tempos somem

Tenho a eternidade diante de mim

Anúncios