Quais são os maiores partidos do DF, em 2017?

Pelo segundo ano consecutivo, o PSDB se coloca como a maior agremiação no DF, em termos de filiados, mas o Psol apresenta um crescimento de 17,2% de novos membros. Os dados são da Justiça Eleitoral

 

Por Chico Sant’Anna

Faltando pouco mais de um ano para as eleições de 2018, os Tucanos vêm se consolidando como o partido com o maior plantel de filiados na Capital Federal. Os números referentes a abril deste ano, após o fechamento da janela de filiação partidária do TRE, aponta que o PSDB-DF reúne 28.085 filiados. Se, de um lado, o partido tem o maior contingente, de outro, apresentou um crescimento tímido, em relação a outubro do ano passado: apenas 0,66%. Em termos proporcionais, o PSOL-DF, mesmo estando fora do poder, foi das agremiações que mais cresceram em relação a outubro de 2016, 17,2%.

Do outro lado da tabela, o Partido da Causa Operária, com 38 filiados, e o Partido da Mulher Brasileira, com 34 membros, continuam sendo os menores partidos locais. Dos 35 partidos existentes no DF, apenas 11 ampliaram seus quadros. Dois mantiveram o mesmo contingente (PMDB e PCO) e os demais tiveram redução de filiados. O Distrito Federal tem um baixo percentual de eleitores filiados a qualquer partido político. Segundo a Justiça Eleitoral, em abril de 2017 eram 191.043 pessoas, contra a existência de 1.984.301 eleitores. Ou seja, em cada cem eleitores, menos de dez (9,62%) estão filiados.

Centro Direita

PMDB e Democratas, em seguida, são as duas agremiações que mais atraem filiações. O PMDB, que até outubro de 2015 era a maior agremiação candanga, caiu para segundo lugar em outubro de 2016, com 25.539 filiados, e continua na mesma posição e com o mesmo número de filiados. Já o DEM, mesmo envolvido no escândalo da Caixa de Pandora, se mantém como a terceira maior agremiação, passando de 18.584 filiados, em 2016, para 18.566, neste ano.

Leia também:

PT de Agnelo e PSB de Rollemberg, que em 2010 estavam juntos, não cresceram em termos de filiados partidários. Foto de Chico Sant’Anna

De um ano para o outro, o PP superou o PSC e passou a ocupar a quarta posição, com 14.110, crescimento de 1,2%. O PSC, por sua vez viu seu plantel de adeptos reduzirem de 14.102 para 14.092.  O PSD do vice-governador Renato Santana está no final da tabela (32º colocado), entre os lanterninhas, conta com apenas 418 filiados, segundo o TRE.

Esquerda

O PT continua como o 6º maior partido, com 13.828, uma ligeira queda, se comparado aos 13.890 filiados de um ano atrás. A Lava Jato e o desempenho do governo Agnelo parecem que não afetaram os quadros partidários. O PDT que agora conta com a presença do presidente da Câmara Legislativa, distrital Joe Vale, é o 7º com 12.498, cinquenta a mais do que em outubro passado. Na cola dele, o PR, com 11.357 membros, 11.336, apenas 21 novos filiados.

 

Dos 35 partidos existentes no DF, apenas 11 ampliaram seus quadros. Dois mantiveram o mesmo contingente (PMDB e PCO) e os demais tiveram redução de filiados.

Socialistas

Estar no comando do Buriti parece não ter trazido dividendos em termos de filiação partidária ao PSB, do governador Rollemberg. Continua sendo o 12º, com 5.305, 17 a menos do que há um ano. À frente deles está o Solidariedade, de Augusto Carvalho e da distrital, Sandra Faraj, 6.076 (alta de 4,48% em relação a 2016); o PPS, de Cristovam Buarque e Celina Leão, com 5.434 filiações, uma queda de 25 filiados, e o PTB, de Liliane Roriz e Alírio Neto, 5.311 (5.314, em 2016).

O Psol, que em 2010 teve seu candidato a governador como o terceiro mais votado, conta hoje com 3.419 filiados, cresceu 17,2%, em relação a 2016, quando já havia crescido 1,25% em relação a 2015. Pulou da 17º posição para a 14ª. O PRTB, que ocupa a 13º lugar apresentou redução de oito filiações, passando a 3.891

Verdes

Os partidos que apresentam uma plataforma ambiental como marca registrada no DF não possuem grandes quadros de filiados. No PV (23º colocado), são 1.058; na Rede (30º colocado) mesmo contando com três deputados distritais, são apenas 438 filiados, e no PEN (31º colocado), 432.

Anúncios

Sobre Chico Sant'Anna

Sou jornalista profissional, documentarista, moro em Brasília desde 1958. Trabalhei nos principais meios de comunicação da Capital Federal e lecionei Jornalismo também nas principais universidades da cidade.
Esse post foi publicado em Brasília - DF, Distrito Federal, Eleições, Eleições em Brasília, Fidelidade Partidária, Política & Partidos, Psol, TRE-DF. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Quais são os maiores partidos do DF, em 2017?

  1. Pingback: Serasa Eleitoral: Parlamentares devem R$ 3 bi | Brasília, por Chico Sant'Anna

  2. Pingback: A Política candanga como ela é | Brasília, por Chico Sant'Anna

  3. Pingback: Eleições 2018: Pré-candidatos queimam-se na brasa dos escândalos | Brasília, por Chico Sant'Anna

  4. Irene Martins Duarte disse:

    Gostaria que Brasília não tivesse câmara distritalque o governo de Brasília fosse biónico que as administrações fosse um concelho de moradores. Que só serve pra nada estes políticos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s