Por Luiz Martins da Silva. Foto de Chico Sant'Anna
Afresco retratando a viagem de Maria, de Nazaré a Belém de Juda; de autor desconhecido pintado no teto da Igreja de Ağaçaltı, escavada em carvernas no Vale do Ihlara, na Capadócia, Turquia

 

Dos inocentes, a noite arcaica.
Antes da lenda, em qualquer idioma,
Pão, a primeira palavra do mundo.

O velinho chegará sim,
Mas ele não vem sozinho.
Mamãe pendura as estrelas.

Anjos cuidam de ovelhas
Enquanto todos estão
Ao redor de uma mesa.

Na dúvida, não abater verdes.
Vai que a simples relva
Seja ceia para renas.

Para que se confirme a data,
Um nada para os disparos,
Pois todas as armas falhas.

Sendo assim, menino e menina.
Numa só busca, Jesus e Madalena.
Os anjos? Em cantiga de roda.

Então, glória a Quem no alto
Guia Maria e José.
Em nove meses, três.