Poema de Ana Rossi. Foto de Chico Sant’Anna

assim no caminho
sou
assim no caminho
estou
assim no caminho
vou

assim no caminho
durmo
como
bebo
olho
estudo
vomito
trucido
me desespero
reitero

assim no caminho
estou

assim no caminho
aprendo
e
neste aprender
renasço
de longe
da ponte
renascer

assim no caminho