Este texto foi elaborado pelo SOS Imprensa – Laboratório de Extensão da Faculdade de Comunicação da UnB. 

 

No dia 10 de abril,  vários portais e órgãos de imprensa  divulgaram   matérias sobre os motivos da Universidade de Brasília (UnB) não conseguir gastar todo dinheiro que arrecada, como o  texto aqui disponível. Neste mesmo dia, o MEC apresentou o seu próprio ponto de vista .

Reportagens retratando a manifestação contra o corte verbas foram divulgadas, deixando muitos estudantes insatisfeitos  diante de abordagens que desconsideram a realidade do corte orçamentário que tem sido imposto à Universidade. Tais reportagens, por vezes, deixam a entender que a universidade tem sido irresponsável na administração dos recursos e não, pelo contrário, que a universidade tem sofrido cortes orçamentários e também tem sofrido contingenciamento dos recursos que a própria Universidade arrecada, os quais, diante do contingenciamento pelo MEC, a UnB não pode utilizá-los.

Durante o segundo semestre de 2017, o Projeto de Extensão SOS Imprensa ,da Faculdade de Comunicação (FAC-UnB), por meio da equipe de Extensionistas, pautou, apurou produziu e  lançou uma série de vídeos informando, não só a parte burocrática do processo de recebimento e repasse de verbas pela universidade, mas também mostrou como a comunidade acadêmica foi afetada por isso.

Abaixo, estão disponibilizados a série de vídeos, produzida pelo SOS Imprensa, autorizando amplo uso e divulgação,  com a expectativa de que ele traga elementos novos, documentais e históricos sobre a complexidade da crise orçamentária na UnB. Basta clicar em cada tema.