Desde 2014 a inflação acumulou quase 30%. Mesmo assim, os servidores públicos federais não terão reajuste salarial nem em 2018, nem em 2019.

 

Por Chico Sant’Anna

Os servidores públicos federais e os servidores da Saúde, Educação e Segurança do DF – que tem seus salários pagos pela União -, deverão enfrentar mais um ano sem reajuste salarial.

A Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO, que baliza a confecção do Orçamento para 2019, não deve prever nenhum centavo para correção salarial.

No DF, os servidores da Saúde, Educação e Segurança, que tem seus salários pagos pela União, também vão sofrer com essa decisão.

Também será vedada a criação de novos cargos no setor público. Com isso não haverá novos concursos, salvos os já pré-aprovados.
Isso é o que promete o senador tucano Dalírio Beber (PSDB-SC) relator da LDO.

De 2014 até agora, a inflação do Brasil já acumula cerca de 30%. Vamos ver como irão se comportar os três senadores do DF na votação final da LDO.