A empresa que ganhou o processo de privatização do Parque Nacional do Pau-Brasil, em Porto Seguro/BA, Hope Recursos Humanos, está sendo investigada em processo de fraude em contratos da Petrobrás. A investigação é sobre irregularidades nos contratos de fornecimento de mão-de-obra terceirizada para a empresa estatal. A informação foi divulgada pelo portal do Diário da Causa Operária.

Lava-Jato

A Hope foi alvo da Operação Lava Jato. Segundo informou em 2016 a revista Época, a Petrobrás chegou a demitir por justa causa três funcionários, entre eles o ex-diretor corporativo e de serviços Antônio Sérgio de Oliveira Santana, pela existência  de irregularidades na contratação da Hope e da Personal Service, fornecedoras de mão de obra. O prejuízo para a estatal teria sido na casa de centenas de milhões.

Privatizações

Embora o ICMBio tenha sido criado pela ex-ministra Marina Silva com a missão de gerir os parques nacionais – tarefa antes sob responsabilidade do Ibama -, no governo Temer, o então ministro do Meio-Ambiente, Sarney Filho (PV), hoje secretário de Meio-Ambiente do Distrito Federal, elaborou um projeto de progressiva privatização dos parques.

O Parque Pau-Brasil foi o primeiro a ser privatizado pelo ICMBio nesse programa. Em seguida foi privatizado o Parque Nacional da Chapada dos Verdadeiros e o Parque Nacional de Brasília, onde funciona a Água Mineral, só nao foi privatizado pois o Tribunal de Contas da União brecou o processo.

Sobre a privatização da Água Mineral, leia também:

Publicada originalmente na coluna BRASÍLIA, POR CHICO SANT’ANNA, no semanário Brasília Capital.

Segundo o site do Instituto Chico Mendes de Conservação (ICMBio), no Parque Nacional Pau-Brasil, “os serviços poderão ser explorados por quinze anos. Nesse período, a empresa terá que fazer investimentos estimados em R$ 7,2 milhões para melhoria da infraestrutura de apoio aos visitantes no parque.

Além disso, o edital prevê um repasse de R$ 6,7 milhões para o ICMBio no período do contrato.”

A Hope também foi a vencedora de dois outros processos de privatização de unidades de conservação: Parque Nacional da Serra dos Órgãos e Parque Nacional do Itatiaia.

Qualidade dos serviços

Segundo o portal do Diário da Causa Operária, os exemplos dos serviços prestados após a privatização são péssimos e extremamente caros.