Texto e fotos de Chico Sant’Anna, com base na wikipédia, no portal Benefício das Plantas e do Jardineiro.net

 

 

Seu tom alaranjado chama a atenção de longe. No meio da vegetação seca, típica do meio do ano no Planalto Central, as flores do Cipó de São João chamam a atenção. O nome decorre exatamente de ela florescer por ocasião das festas juninas e em várias localidades é utilizada na decoração das quermesses.

Sua altura pode chegar de nove a doze metros, principalmente se tiver onde se apoiar.

O Cipó de São João não é privativo do cerrado do Centro-Oeste. Ele se faz presente do Ceará ao Rio Grande do Sul. Dependendo da localidade, sua denominação é outra: flor-de-são-joão, cipó vermelho, liana de llama, cipó-bela-flor, marquesa-de-belas, cipó-pé-de-lagartixa, cipó-de-lagarto e, em inglês, flame flower. Trata-se de uma trepadeira lenhosa nativa em quase todo Brasil. É comum encontrá-la em beira de estradas, barrancos e cercas e até muros. Pode aparecer também no formato de touceiras ou crescendo envolta a troncos de outras plantas, como na foto que ilustra esse artigo.

Possuir flores vistosas nos meses frios. Ela produz muitas inflorescências, compostas de pequenas flores alongadas e alaranjadas em pleno inverno. Por isso atraem muitas abelhas.

Jardinagem

Ela é recomendada em projetos paisagísticos em que se busca possuir flores vistosas nos meses frios. Ela produz muitas inflorescências, compostas de pequenas flores alongadas e alaranjadas em pleno inverno. Por isso atraem muitas abelhas. Cobre muito bem pérgolas, quiosques, cercas, treliças, muros e caramanchões.

Cobre muito bem pérgolas, quiosques, cercas, treliças, muros e caramanchões. Foto de Carlos Eduardo Monteiro.

Sua reprodução pode ser por meio das sementes, que nascem em vagens, ou por meio de estacas formadas a partir de seus galhos. Ela começa a florescer em maio e vai até o mês de setembro, variando em cada estado do Brasil.

Devem ser cultivadas em solo fértil com regas regulares, sempre a sol pleno. Uma boa adubação com farinha de ossos e cinzas estimula uma floração abundante. É frequente observá-la nas matas a beira das estradas.

Você gosta de flores? Então, leia também:

Propriedades medicinais e tóxicas.

O nome científico dessa planta é Pyrostegia venusta, é da família das Bignoniaceae. Ela é perene ao longo de todo o ano e sua altura pode chegar de nove a doze metros. O cipó São João possui propriedades tônicas e antidiarreicas. É utilizado para desarranjos estomacais, fraquezas em geral e manchas na pele, geralmente ocasionadas por vitiligo e leucoderma.Seus principais constituintes são flavanóides, taninos, fenóis solúveis, alantóina, esteróides b-sitosterol e flavanona hesperidina.

Suas propriedades tônicas são responsáveis por fortificar o organismo. Assim, o cipó São João reduz a sensação de cansaço, elimina e evita a fraqueza, além de estimular o organismo a produzir células e recuperar tecidos que sofreram algum tipo de dano.

Chá

Para tomar o chá de cipó São João e obter os benefícios acima citados, basta levar ao fogo um litro de água com 3 colheres de sopa da erva. Deixe ferver por 5 minutos e então desligue. Abafe por 10 minutos. Então verifique se a temperatura já se encontra adequada para o consumo, coe e beba. Pode-se consumir o chá de 2 a 3 vezes por dia.

Mas cuidado

Há relatos de que bovinos foram intoxicados ao ingerir essa planta, embora não haja relatos de efeitos colaterais em humanos, não se deve prolongar o consumo de seu chá por mais de 10 dias.

É importante lembrar que qualquer tratamento, seja medicinal ou natural, requer acompanhamento e orientação médica. Assim, busque um médico de confiança antes de iniciar o tratamento, faça os exames necessários e tenha um acompanhamento adequado. A função da medicina natural é sempre agregar, mas cada organismo é único e pode ter diferentes reações.