Durante as reformas, ônibus compartilharão as faixas de rolamento com os demais veículos. Foto de Chico Sant’Anna.

Até início de julho, pelo menos, os ônibus do BRT compartiharão as mesmas faixas de rolamento dos demais veículos. Nova faixa exclusiva dos ônibus será de concreto.

 

Por Chico Sant’Anna, com base na Agência Brasília

 

A Estrada Parque Aeroporto (EPAR) estará em obras por um período de três meses. A faixa exclusiva do BRT Sul entre o túnel do Balão do Aeroporto e o Viaduto Camargo Corrêa – um trecho de aproximadamente um quilômetro – será reformada. No lugar do asfalto, que não tem aguentado o peso dos ônibus do BRT, será colocado concreto armado, como ocorre no restante da linha do BRT-Sul. As obras tiveram início na quinta-feira (9/4). Os valores não foram revelados.

A interdição será nos dois sentidos – tanto para quem vai para o Park Way, Gama, Santa Maria e Saída Sul, quanto para quem vem dessas localidades rumo ao Plano Piloto. Com as obras, segundo o DER, os ônibus do BRT-Sul circularão nas faixas utilizadas regulamente pelos demais veículos.

Os ônibus só poderão retornar a faixa exclusiva depois do Balão do Aeroporto. Para isso, um desvio foi feito ligando a Estrada Parque Dom Bosco à pista especial. Foto de Joel Rodrigues/Agência Brasília

No sentido Plano Piloto – Gama, os ônibus provenientes do Eixão, que nele já circulam nas faixas normais, não mais migrarão para para a faixa exclusiva central.

Nesse trajeto, após o viaduto Camargo Correa, continuarão na pista normal. Os ônibus só poderão retornar a faixa exclusiva depois do Balão do Aeroporto. Para isso, um desvio foi feito ligando a Estrada Parque Dom Bosco à pista especial. Dai pra frente, não haverá alterações. Vale lembrar que entre o final do Eixão Sul e a Floricultura do Núcleo Bandeirante não há paradas do BRT. Assim, nada muda para os passageiros.